Fisioterapia Esportiva – Aumento de Performance

folder-fisioterapia-esportiva

Para o Atleta Profissional

O esportista entende sensações dolorosas e alavancas de desgaste como aspectos inerentes ao treino, necessários para o aumento de performance. Por este motivo, reabilitar um esportista exige um conhecimento do comportamento musculoesquelético diferente daquele aplicado às lesões em sedentários ou aqueles que acompanham o envelhecimento.

O movimento do corpo do atleta no espaço passa a ser a chave para a identificação de mecanismos causais para lesões não traumáticas. Até mesmo aquele atleta considerado forte, pode apresentar ângulos instáveis de movimentação que expõem tecidos a lesões. Desta forma, as intervenções são realizadas nestes ângulos tornado a fisioterapia altamente especializada.

O terapeuta obrigatoriamente deve estudar os gestos esportivos daquela modalidade e identificar exercícios que corrijam eventuais erros e outros que potencializem as alavancas sem desgaste, aplicando-os no estilo de treino usualmente realizado por este atleta.

A abordagem das lesões traumáticas em atletas também são alvos de fisioterapia diferenciada. Dificilmente um esportista pode ser totalmente afastado de suas atividades… Neste contexto, o entendimento da velocidade da resposta biológica para a cicatrização de tecidos é determinante para a volta a prática esportiva sem recidivas ou danos crônicos.

Para o Praticante de Atividade Física

O praticante de atividade física não profissional utiliza sua própria performance como parâmetro para aprimorar seu conhecimento técnico e garantir melhores resultados de forma crescente.

É cada vez mais comum profissionais médicos, advogados, executivos se preocuparem com tempos obtidos em corrida, quilometragem rodadas ou com as altitudes da próxima escalada. Por isso, a fisioterapia muitas vezes se preocupa com a capacidade física destes indivíduos para o alcance destas metas… Muitos fatores interferem nestes resultados, tais como gênero, idade, lesões prévias…

A principal função da fisioterapia neste caso é capacitar o sistema musculoesquelético a alcançar determinadas metas, sem se desgastar de maneira indiscriminada; a permitir a liberação de endorfinas sem tão pouco, acabar com as reservas biológicas. Principalmente, adaptar diferentes biotipias para o alcance de objetivos esportivos.

No caso de recuperação após lesões, os critérios para a recuperação da fase aguda e reaquisição de movimentos, são extremamente valorizados, pois sem eles, a fase pré-treino e a prática esportiva pode ser prejudicada.

É aconselhável que um praticante de atividade física disponha de um profissional fisioterapeuta para reavaliações periódicas a fim de ajustar os sistemas às novas metas de sua modalidade.


For the Professional Athlete 

The sportsman understands the painful feelings and wear levers as aspects related to training, both needed to enhance performance. For this reason, to rehabilitate an athlete, it requires a knowledge of the different musculoskeletal behavior of that applied in sedentary injuries or those that accompany aging.

The athlete’s body movements in space becomes the key to the identification of causal mechanisms for non-traumatic injuries. Even the one considered a strong athlete can present unstable angles of movement that expose tissues to injury. Thus, interventions are performed in these angles making the physiotherapy highly specialized.

The therapist must study the sports gestures of that modality and identify exercises to correct any errors that enhance the levers without wearing, applying them in the style of training usually carried out by this athlete.

The approach of the traumatic injuries in athletes are also targets of differentiated physical therapy. Hardly any sportsman can be completely removed from its activities… In this context, understanding the speed of biological response of the healing of tissues is crucial for them return to sports practice without relapses or chronic damage.

For the Practitioner of Physical Activity  

The unprofessional physical activity practitioner uses his own performance as a parameter to enhance their technical knowledge and ensure better results in ascending order.

It is increasingly common that medical professionals, lawyers and executives will worry about their times obtained whilst running, miles travelled or the altitude of their next climb. Therefore, physical therapy often is concerned with the physical ability of these individuals to achieve these goals… Many factors affect these results, such as gender, age, previous injuries…

The main role of physiotherapy in this case is to train the musculoskeletal system to achieve certain goals, without sacrificing themselves indiscriminately; to allow the release of endorphins without ending the biological reserves. Mostly, adapting different biotipias for achieving sporting goals.

In the case of recovery after injury, the criteria for the recovery of acute and re-acquisition movements are highly valued, because without them, the pre-workout phase and the sports practice may be impaired.

It is advisable that someone who does physical activity, disposes of a physiotherapist for periodic reassessments in order to adjust the systems to new goals in their sport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>